Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

Alessandro Lo-Bianco | O Portal dos Procurados divulgou cartaz com as fotos de Carlos Augusto Rodrigues Barreto, o Cachorrão, de 38 anos; Neide Aparecida da Costa, de 42; Vitor dos Santos Lima, o Playboy, de 22; Washington de Jesus Andrade Paz, o W, de 25, Lhoran de Andrade Lima, de 19 e Jefferson Lopes Farias, de 27. Eles são acusados por associação ao tráfico de drogas e pela prática de crime de tortura contra dois adolescentes de 16 anos, na comunidade da Rocinha.




No dia do crime, os adolescentes foram agredidos e torturados em um beco por traficantes ligados a Antonio Francisco Bonfim Lopes, o Nem da Rocinha, quando estavam a caminho de um projeto social na comunidade. Eles foram surpreendidos pelos criminosos perto da estação do metrô de São Conrado. De acordo com um dos adolescentes, a tortura durou cerca de uma hora.

 — Eles bateram na gente com um pedaço de madeira. Depois, nos amarraram com uma fita e nos levaram para uma casa. Lá, jogaram álcool e, na hora que iam colocar fogo, a polícia apareceu no local.


Os traficantes conseguiram fugir. As vítimas ficaram com vários  ferimentos por todo o corpo. O motivo da tortura teria ocorrido porque um dos adolescentes usava um boné com a inscrição 'Jesus é dono desse lugar'. A frase faz alusão à quadrilha de Rogério 157, que aparece em fotos utilizando um cordão de ouro com a inscrição.




A Rocinha vive uma guerra entre traficantes que disputam o controle de venda de drogas. Os líderes rivais são os traficantes Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157, atual "dono" do morro e que atualmente estaria controlando a parte alta da Rocinha, depois que, supostamente, trocou de facção e passou para o lado do Comando Vermelho (CV), e Antonio Francisco Bonfim Lopes, o Nem da Rocinha, (ADA) que está preso em Presídio Federal em Mato Grosso do Sul. 


Segundo o Delegado da 11ª DP (Rocinha), Drº Antônio Ricardo Lima, responsável pelas investigações, ao todo, já foram expedidos 62 mandados de prisão contra traficantes envolvidos na guerra da Rocinha, e 12 deles já foram cumpridos.


Contra os acusados foi expedido mandado de prisão, pela 29ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, mandado nº: 0253958-16.2017.8.19.0001, pelo crime de Associação para a Produção e Tráfico e Condutas Afins (Art. 35 - Lei 11.343/06); Crimes de Tortura (Art. 1º - Lei 9.455/97), com pedido de Prisão Temporária de 30 dias, para as conclusões das investigações.

Um dos mandados já foi cumprido. A Polícia Civil prendeu Carlos Alexandre Camelo da Silva, o CL 19, no Hospital Miguel Couto, após ser esfaqueado pelo pai de uma das vítimas. Os outros seis criminosos estão sendo procurados e já são considerados foragidos da Justiça.  A Justiça também expediu um mandado de busca e apreensão contra um adolescente de 15 anos pela prática de crime análogo à tortura. Ele teria participado das ações. 


Quem tiver qualquer informação a respeito localização do envolvidos na tortura, favor denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pela mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/, ou pelo aplicativo do DD/Rio. Em todos os canais de denúncias, o anonimato é garantido.  Todas as informações serão encaminhadas para 11ª DP, que está encarregada das investigações e do inquérito criminal. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]